Pavilhão de exposições do Museu de Arte do Rio recebe instalação luminosa na fachada

 

Intervenção artística transforma poemas contemporâneos em luz por meio de código Morse

MAR
O Museu de Arte do Rio (MAR), na Região Portuária do Rio de Janeiro, recebe até o dia 31 de março o S.O.S. Poesia, uma instalação noturna inédita assinada pelos artistas visuais Renato Rezende e Dirk Vollenbroich. O projeto consiste na apresentação, nas janelas da fachada do Pavilhão de Exposições do museu, de escritos de poetas contemporâneos brasileiros traduzidos em Código Morse e emitidos em forma de luz.

A instalação, que une poesia, arquitetura e inovações tecnológicas, não interfere na programação interna do museu e faz parte da programação comemorativa do aniversário de dois anos do local. Patrocinada pela Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura do Rio de Janeiro, a obra inaugura o projeto Extracúbico, que leva trabalhos de arte para além do espaço expositivo do MAR.

O projeto tem por objetivo promover a poesia contemporânea brasileira, utilizando o Código Morse, por meio da linguagem universal de sinais luminosos. Os poemas, de escritores como Caio Meira, Claudia Roquette Pinto e Guilherme Zarvos, referem-se, em sua maioria, à cidade do Rio de Janeiro.

A instalação pode ser vista todos os dias, às 18h30, da Praça Mauá, no Centro do Rio de Janeiro.

Fonte: AsBEA

Entre em contato

Não estamos disponíveis no momento. Mas você pode nos enviar um e-mail e nós reponderemos, o mais cedo possível.

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?