SMCCU e CAU firmam parceria para melhorar fluxo de trabalho

A intenção é agilizar a questão processual de liberação de alvarás e promover boas práticas

SMCCUUma parceria firmada nesta terça-feira (30) entre a Superintendência Municipal de Controle do Convívio Urbano (SMCCU) e o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) pretende melhorar o fluxo de trabalho dos dois órgãos. A intenção é agilizar a questão processual de liberação de alvarás, promover boas práticas na arquitetura e fortalecer as fiscalizações em Maceió.

“Nossa intenção é atuar junto com o CAU para a solução de problemas relativos à atividade da SMCCU e, com isso, melhorar o fluxo de trabalho. Esta parceria irá melhorar a qualidade dos projetos apresentados pelos profissionais e, consequentemente, nos ajudará a agilizar a questão processual de liberação de alvarás, por exemplo”, explicou o superintendente Municipal de Controle de Convívio Urbano, Reinaldo Braga.

Representantes da SMCCU e CAU irão discutir os pontos para melhoria dos trabalhos e, através da parceria, irão trocar informações sobre fiscalizações, acompanhar o exercício profissional de arquitetos, avaliando se estão atuando dentro do código de ética e de acordo com a legislação.

O conselheiro federal do CAU/BR, Heitor Maia, lembrou que a troca de informações durante as fiscalizações irá fortalecer os trabalhos dos dois órgãos. “Nós fiscalizamos o exercício profissional e podemos informar à SMCCU sobre irregularidades em obras e vice-versa”, destacou o conselheiro federal.

“É uma excelente parceria, uma vez que é o CAU que trabalha para promover uma melhor prestação de serviço para a sociedade”, completou Daniel Lemos, presidente do CAU em Alagoas.

Participaram também da reunião a superintendente adjunta da SMCCU, Adriana Cavalcanti; Tânia Gusmão, coordenadora de Exercício Profissional do CAU; Norlan Dowell, diretor-geral do Conselho; e Pedro Dantas, analista de Fiscalização do CAU.

Novas reuniões entre representantes da SMCCU e CAU serão realizadas para alinhar as formas de trabalhos entre os órgãos.

Fonte: CAU/AL

Entre em contato

Não estamos disponíveis no momento. Mas você pode nos enviar um e-mail e nós reponderemos, o mais cedo possível.

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?